02/09/19 | 17:13
‘Programa de Meritocracia para Motoristas’ alcança 271 motoristas de ônibus

Dentro das estratégias criadas pela Prefeitura de Manaus para promover melhorias no Sistema de Transporte Coletivo da capital, o “Programa de Meritocracia”, lançado no ano passado, já certificou 271 motoristas do transporte na categoria “Direção Verde”, que além das boas práticas realizadas no dia a dia junto à população, avalia a redução de combustíveis e poluentes no meio ambiente.

“É um excelente projeto, porque reconhece o bom profissional e estimula as boas práticas junto aos usuários do transporte coletivo. Esse é o nosso objetivo, levar um serviço de qualidade para população de Manaus. E a partir da intervenção imposta pelo prefeito Arthur Virgílio Neto às empresas de transporte vamos promover ainda outras melhorias ao sistema”, disse o diretor-presidente do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), Manoel Paiva.

O objetivo do programa é que todas as empresas participem do treinamento e estimulem boas práticas de direção, bem como valorizem seus motoristas. Realizado em parceria com o Sest-Senat, o programa faz parte das Ações e Metas do Planejamento Estratégico em Transportes Urbanos e já está em sua 9ª turma de 2019.

Os critérios de avaliação levam em conta a redução de combustíveis e de poluentes, assim como redução de faltas, acidentes, reclamações, número de elogios recebidos por parte dos motoristas, entre outros fatores que são avaliados por equipe técnica do IMMU em conjunto com as empresas.

 Um instrutor vai às empresas de transporte coletivo e verifica os tipos de veículos e carrocerias de cada empresa. Com a informação, ele elabora o treinamento para cada tipo de veículo, conforme as carrocerias desses veículos. Em seguida, na própria empresa, as turmas são formadas para o curso.

A valorização dos profissionais do transporte coletivo é um fator de destaque do programa, conforme afirmou a chefe da Divisão de Atendimento Social (DVAS) do IMMU, Jamily Campelo. “O projeto atende às ações de Planejamento Estratégico elaborado pelo IMMU e tem como objetivo incentivar as boas práticas que repercutem no meio ambiente e a valorização dos profissionais que se destacam em sua área de atuação, no dia a dia no transporte coletivo”, reforçou.

 

Direção Verde

Dentro do programa de treinamento, existe o item “Direção Verde”, que consiste na redução de combustíveis e poluentes no meio ambiente. Após o treinamento dos condutores, a empresa põe em prática com os motoristas o que foi ensinado em sala de aula e premia os condutores que alcançaram as metas estabelecidas.

O motorista da empresa Vega Transporte, Régis Almeida, 53, considera o programa muito positivo para a categoria profissional. “Se colocarmos em prática o que foi repassado em sala de aula, será muito bom, pois o curso envolve o respeito ao meio ambiente e às pessoas. No meu dia a dia, procuro fazer tudo de forma correta e profissional, e na minha casa também já adotei novas práticas. Faço minha parte”, concluiu.

O IMMU também realiza, tradicionalmente, cursos de capacitação/sensibilização voltados para os operadores do sistema, que envolvem aulas teóricas sobre legislação do transporte coletivo, noções sobre atendimento aos idosos e às pessoas com deficiência, e aulas práticas, em que os alunos se colocam no lugar dos passageiros, em situações críticas, a fim de que sejam sensibilizados para os problemas que acontecem no cotidiano do transporte público e possam implementar melhorias no serviço prestado.

— — —

Texto – Aretha Lins/IMMU – Gestão de Transporte